BEM VINDOS!

WELCOME - BIENVENIDOS - WILLKOMMEN - BIENVENUE - BENVENUTI - ようこそ - ЛАСКАВО ПРОСИМО - ДОБРО ПОЖАЛОВАТЬ



Criei este blog para interagir sobre crochê.
Aqui você encontra receitas, inspirações diversas, algumas obras minhas e também
de várias outras amigas blogueiras. Sinta-se à vontade para passear por aqui,
sugerir, enfim....a casa é nossa! Entre um FIO MÁGICO e outro vamos tecendo
estas peças lindas e trocando idéias!
Deixe o seu comentário.

ATENÇÃO: Todas as postagens são de obras retiradas da net. Tudo o que eu faço está exclusivamente no marcador: MINHAS ARTES. Eu sempre identifico e coloco a parte o que faço, porém algumas pessoas ainda confundem as postagens .

QUANDO AS POSTAGENS NÃO POSSUÍREM GRÁFICOS É SINAL DE QUE EU NÃO TENHO OS MESMOS, NÃO ADIANTA ME DIRECIONAREM E.MAILS PEDINDO OS GRÁFICOS. GRATA.

Meu outro blog:

http://www.simplesmentenair.blogspot.com


sexta-feira, 3 de setembro de 2010

DESVALORIZAÇÃO DA ARTE DE CROCHETAR...



Meninas, eu peguei as encomendas das blusinhas, para me testar quanto a fazer algo em série e se seria o mínimo possível rentável. A pessoa que me passou este serviço, segundo eu entendi, era a responsável final, ou seja, o trabalho seria para ela vender e não para repassar. Pois bem, ela disse estar pagando R$ 13,00 por peça sendo que a pessoa dava a linha! Se era feita com uma linha (Anne ou Cléa) que hoje no mercado está custando por volta de R$ 6,50 e tinha um rendimento de duas blusas a pessoa estava ganhando só dez reais. Na primeira semana eu não produzi tanto, mas na segunda e pegando o embalo eu consegui finalizar 14 em duas semanas, mas relatei à Denise que não faria por R$10,00, que isto só seria possível se fosse para alguém que tivesse mais pessoas crochetando e que tivesse lucro na produção, mas no meu caso para fazer sozinha não seria negócio... e que eu faria por R$ 13,00 ela dando a linha. Pois bem, no final ela acabou me pagando só os R$ 10,00 por peça.... . Eu não faço crochê para viver, posso dizer que é um hobby, um prazer, para mim chega a ser um lazer, minhas agulhas são meu playground...rs, ou seja, o valor em si não me fez falta, porém me incomodou muito mais o fato da desvalorização do ato de crochetar.
Toma tempo, e muito tempo... que além do desgaste físico contínuo... porque se torna um desgaste maior ficar crochetando direto, muito mais do que fazer em horários espaçados, o que no final sinceramente não há dinheiro que pague, acho que vale mais ver algo produzido e saber que você colocou a sua energia e um pouco de você ali do que o dinheiro em si e o compromisso com prazo e etc. O que eu queria manifestar aqui é o seguinte, eu fiz a minha parte em prazo, qualidade e etc, e mesmo assim ela não está disposta a fazer a dela pagando mais. Entendo que ela é comerciante, eu também já fui e sei que faz diferença o custo em uma quantidade grande, mas para isto só quem tem uma equipe de crocheteira poderia oferecer o custo benefício que ela necessita realmente, pois ganharia na produção.
Hoje ela ligou pedindo que eu fizesse mais peças. Eu vou viajar dia 18 e estou confeccionando umas coisinhas bem bobas para levar para minha sobrinha e não terei tempo mesmo, por isto não quis assumir o compromisso. Senão iria conversar com ela e rever preço. Ela me pagou direitinho, porém pagou o preço dela. Eu tinha oferecido colocar no blog o e.mail dela para contato, pois o blog tem muitos acessos aqui no Rio de Janeiro e pode ser que alguém tenha meios de fornecer este trabalho por um custo que seja favorável para todos.
Se alguém tiver interesse o e.mail dela é o seguinte: demariah@hotmail.com
O nome dela é Denise.
Ela é uma pessoa legal, só tem que ter consciência do valor deste trabalho e aos poucos ela vai ter pois esta tendo dificuldades de arrumar pessoas para o serviço, mas desejo que o resultado final seja benéfico para todos os envolvidos.

16 comentários:

Krupp &Bauer - Häkel und Strickmoden disse...

So 10 reais, nossa ! sao menos que 5 euros, imagina, so se a blusinha tivsse sido feito na India, china, tailandia. Ela deve ganhar mais, ou alguem q ela entrega as pecas. Pois nao creio que uma peca feita a mao, mesmo que seja blusas tipo camisetas valham so 10 reais, isso so voce poderia vender em uma barraquinha para atrair clientes, no minimo essas blusinhas vao ser vendidas de 25 a 30 reais.... Vc se lembra uma vez q vimos um cachecol q nos crocheteiras pediamos uns 30 ou 40 reais na loja estava por 150 reais. Olha Nair, se eu fosse vc tentava vender por vc mesmo, se e para vender por 10 reais, nao vale a pena mesmo. Imagina se aqui alguem vai fazer uma camisetinha so por isso, so de linhas a gente gasta ja da para ver q nao vale mesmo e as pessoas precisam ter consciencia disso ou entao vao comprar na china. Pior e que querm coisas boas a preco baixos. Por isso na India, china e outros paises escravizam as pessoas, mas por sorte brasil nao e de todo mal e apenas uma parte esta escravizada. Diga nao ao abuso contra os artesoes,seja quais forem, precisam ser valorizados. Os homens que pagam 2 centavos do dinheiro em serra lione para os garimpeiros, tambem sao bons pagadores, pagam em dia, so que eles vendem os diamantese ouros por milhoes enqto so pagam mixaria de centavos ou unidades para os pobres coitados que se matam no rio e nas minas. Um beijo ...
FRI

Fio Mágico disse...

kkkkkk
Pois é Fri nem sei se é pra rir ou prá chorar, pois a arte em si é sempre desvalorizada , mas só para as artesãs... eu já trabalhei em uma ocasião para uma pessoa que tinha equipe de crochê e vendia para grandes lojas, pagava uma mixaria, mas as lojas cobravam fortunas pelos trabalhos...o negócio é não fazer, tipo eu fiz estas prá elas mas não farei mais pela inviabilidade do preço, não preciso de ganhar com isto , por isto mesmo posso optar por não fazer, e se fizer cobrar um preço justo....eu nunca cobro só três vezes o valor da linha. Exemplo: esta blusa, gastou R$ 3,50 de linha, eu cobraria R$ 30,00. Se a pessoa quiser paga meu preço, senão... eu nem fico aborrecida não, rs prefiro não fazer mesmo, como foi no caso dela. Ela foi muito mais servida do que eu, disto eu tenho consciência, mas também não me arrependo não, está feito e o que vale é que independente do que eu possa ter ganho ou perdido eu fiz com vontade!

Beijokas

Chirley Maria. disse...

Minha nossa! nem trabalhos à máquina eu cobraria um valor assim! Preferível dar então!è a máxima desvalorização de TUDO que é bom num trabalho artesanal! Aconselho as crocheteiras a boicotarem "comerciantes" assim! É o cúmulo!
vc amiga desse blog não deveria ter feito por menos de R$30,00!!! e teria q ser com a linha dela! E olha q moro no interior de MG onde o artesanal nem é tão valorizado!, estou "admirada"! Acho q nós q "fazemos" devemos nos valorizar PRIMEIRO!Por isto as pessoas não sobrevivem com artesanato! Se desvalorizam demais! Vamos mudar isto?

vitoriascroche disse...

Nossa querida, é muito pouco, olha fazer croche é uma arte que requer muito esforço,porque é pontinho por pontinho,é o esforço repetitivo que acaba nos dando problemas nas articulções...é maravilhoso crochetar mas infelizmente são pouquissimas pessoas que dão o merecido valor...voçê está muito certa, mas acredito que com o tempo essa simpática moça irá entender o real valor do croche e rever seus valores...aqui em Canoas uma blusa, bem simples de crochê sai mais ou menos prontinha na loja 90,00 reais, imagina o que a dona da loja ganha em cima...beijinhos e boa sorte querida...

Sílvia Leite disse...

Infelizmente as pessoas não valorizam a arte dos trabalhos manuais. eu também passei por algo parecido, fiquei tão desiludida que acabei prometendo para mim, que só irei fazer trabalhos para mim ou para pessoas que amo muito (promessa que tenho certeza que não vou cumprir), as pessoas se aproveitam da nossa paixão pelos artesanatos e tratam nossos trabalhos como um objeto qualquer e não reconhecem que por trás de linhas e pontos exite muito amor e dedicação. Um beijo. Sílvia

CARMEN LUCIA VASCONCELOS REIS disse...

TRABALHO POUCO POR ENCOMENDA,AS VEZES A PESSOA JA TRAZ O MODELO QUE QUER, EU TB GRAÇAS A DEUS NÃO TRABALHO P/ MANTER CASA MAS TEM DESPESAS.
O PROBLEMA É QUE AS PESSOAS PESAM QUE CROCHE NÃO DA TRABALHO, PRINCIPALMENTE LOJAS DE SHOPING,
aGORA TEM UM DETALHE, TEM GENTE QUE ENTRA NUMA LOJA FAMOSA E DAR AS VEZ 300,00 NUMA BLUSA E NA NOSSA MÃO QUE MIXARIA.

Susana Delvan disse...

Nosso que coisa bem chata, e isso está se tornando frequente, as pessoas não valorizam nosso trabalhos. Eu já desisti de fazer coisas para vender, deixava de fazer coisas para mim para poder atender as encomendas e as clientes ainda faziam cara feia dizendo que estava muito caro, agora só faço para mim, salvo raras excessões, e as que vem pedir coisas eu mando fazer um curso e aprender para fazer para si.
Bjs

Fio Mágico disse...

Gente ela deu a linha, acho q eu já tinhe mencionado aqui, mas mesmo assim é o cúmulo...quem não faz não tem mesmo a menor idéia do trabalho que dá...

Artes da Cris disse...

É um absurdo total!!! Mas esse tipo de coisa é fruto de muita ignorância e o Brasil, vc sabe....
Abraço

Clarice Fernandes disse...

Passei pelo mesmo aperto há pouco tempo.
A dona de uma confecção queria que eu bordasse umas blusas e fizesse crochê no decote e mangas, eram só 480 peças que ela queria de volta para controle de qualidade em 10 dias e pagaria R$5,00 por peça...
Eu até consegui uma equipe pra fazer o trabalho, mas depois que eu vi que a mulher não me dava sossego já na peça piloto, ligava na minha casa a qualquer hora, eu chutei tudo e desisti.
Eu amo o que faço e faço por prazer e lazer, se render um troquinho fica muito melhor, mas a satisfação de ver uma pessoa escolher a sua peça, elogiar, se interessar pelo trabalho, que foi feito com calma e carinho, é muito mais valioso para nós artesãos.

Bejoks

Toninha Arte com Fios disse...

Olá amiga, é mesmo uma coisa muito séria e nós artesãs devemos nos unir,
eu também graças a Deus faço meus trabalhos mais por hobby e só as vezes pego alguma encomenda, eu optei por ensinar pois já que é pra ganhar pouco prefiro passar os ensinamentos para as pessoas que realmente gostam de artesanato,DEVEMOS NOS VALORIZAR!!!
bjs e fique com Deus.

Beatris Santos disse...

Olá querida...
também tenho o crochê como hobbie, pois sou funcionária pública do Estado da Bahia e vendo as minhas blusinhas por 25 ou 30 reias cada com a minha linha não costumo aceitas encomendas com o material do cliente a peça fica pouco valorizada, porque que na maioria das vezes fas encomendas não sabe o tempo que levamos sentada com à atenção totalmente voltada para um trabalho perfeito. Apesar de fazer mas Jogo de banheiro do que blusas. É melhor fazer uma peça e cobrar o seu preço exato do que várias e não ser valorizada. Pensem nisso antes de concretizar uma grande encomenda. Se valorizem meninas!. Beijos e Boa Sorte Bya.

Anônimo disse...

Voce poderia colocar a foto das blusinhas aqui, ja que ela te pagou essa mixaria, pelo menos pode nos passar a receita, né?
Falando sério, é impressionante como os trabalhos manuais sao desvalorizados aqui no Brasil! Também ja passei por isso e decidi nao vender mais nada!!!
Beijos, e continue com seu blog, que é otimo!
Talita

Roberta Granada disse...

Oi, adoro teu blog , tudo muito lindo como sempre,beijokas
http://agulhaetricot.com
http://agulhaetricot.blogspot.com
http://titacarre.elo7.com.br

tecendo-arte disse...

Olá Nair...sempre acompanho seu bloguinho e acho ele encantador...Sabe,tenho que concordar com vc,as pessoas não valorizam nosso trabalho,ano passado tbém fiz uns cachecois para vender,cobrei 25,00 reais,mal pagava a linha,que eram de boa qualidade...as pessoas choravam pra pagar,reclamavam que era muito caro,etc...decidi que nunca mais faria cachecol,nem peça alguma para vender,prefiro fazer algo para dar de presente para uma pessoa muito querida que peder meu tempo fazendo uma peça que leva tempo e energia para fazer e ser desvalorizada...vc está certa,não acredito que essa pessoa vá ter pessoas dispostas a trabalhar quase de graça para ela,pq quem faz artesanato sabe o qnto é trabalhoso para se fazer,lamentável que existam exploradores assim no Brasil.
Tenha um abençoado dia...beeijos.

sheilla disse...

Concordo plenamente com as suas palavras. A arte de crochetar está cada vez mais desvalorizada.
Aqui onde moro, as pessoas acham que podem nos pedir encomendas pelo preço que elas quiserem, não pelo valor da peça e do trabalho que temos. Infelizmente não são poucas as pessoas que não valorizam, mas graças a Deus ainda existem pessoas que reconhecem o artesanato.